Menu

ESCOBAR NOGUEIRA: POESÍA ACTUAL DE BRASIL

Escobar Nogueira nasceu no ano de 1971 em Fortaleza dos Valos – RS. É professor de literatura brasileira em Santa Maria – RS, cidade onde mora. Rapaz com cicatriz é

Gladys Mendía 2 años ago 53
Compartir:

Escobar Nogueira nasceu no ano de 1971 em Fortaleza dos Valos – RS. É professor de literatura brasileira em Santa Maria – RS, cidade onde mora. Rapaz com cicatriz é seu oitavo e mais recente livro. Dentre suas publicações anteriores, destacamos: O meu primeiro milagre, Milongol, Curta-metragem, Pejuçara e Borges vai ao cinema com Maria Kodama.

CÓPIA ROMANA

Nas coxas de Teoxeno,

belo efebo de Tênedo,

Píndaro descansa a cabeça.

Nem sombra de flecha persa no céu de Argos.

Xerxes tomou Tebas,

ocupou Atenas.

Píndaro deseja apenas

morrer em paz

no colo do filho de Hagésilas.

Guerra antiga,

velho idílio,

braço perdido da Vênus de Milo,

fragmento de amor nos papiros.

Nem sinal de míssil no céu de Pejuçara.

Meu amor gradeia meus cabelos com os dedos.

Império são estas pernas em que deito a cabeça

e esqueço que estou em algum lugar da terra.

THUNDERBIRD

Eu era Nuvem Vermelha,

aquele que surgia no alto da montanha

e te mandava mensagens com fumaça.

Eu era o chefe Dakota,

caçador de búfalos nas pradarias do Nebraska.

Agora sou Nuvem Cinzenta,

burocrata antenado no topo das torres,

te envio mensagens criptografadas.

Hoje sou o gerente da loja,

o freguês na fila dos bufês a quilo.

E tu,

Touro Sentado,

quem pensas que és, agora?

ERA VERMELHA A CALCINHA

Exemplos do reino animal:

o escorpião,

o gato,

o cabrito,

a Cristina.

Cristina era a única matéria

que interessava ao meu espírito.

Eu queria ser do reino monera,

pra viver em seu corpo como uma bactéria.    

Fui condenado ao cantinho da sala,

cara pra parede até o final da aula.

Pensei no Cristo crucificado acima do quadro.

O que teria visto o coitado?

Eu queria ser do reino dos céus.